A concepção de adfectus nos Loci Theologici de 1521 de Filipe Melanchthon como contraposição à possibilidade conhecimento filosófico de Deus Show all records where Título is equal to A concepção de adfectus nos Loci Theologici de 1521 de Filipe Melanchthon como contraposição à possibilidade conhecimento filosófico de Deus
Eduardo Gross Show all records where Autor is equal to Eduardo Gross
UFJF Show all records where Instituição is equal to UFJF

Os Loci Theologici de 1521 de Filipe Melanchthon, a primeira dogmática protestante a ser publicada, se contrapõem à possibilidade de um conhecimento filosófico de Deus a partir de uma argumentação baseada no conceito de adfectus que ali se desenvolve. De acordo com ele, a vontade do ser humano não é livre para escolher praticar o bem ou o mal e nem para conhecer o que é bom ou não. Não que o ser humano não tenha liberdade ou que não tenha um conhecimento prévio, natural, de Deus. Tal liberdade e tal conhecimento são também intrínsecos à natureza humana, embora sob determinados limites e condições. Mas, segundo a concepção de adfectus ali desenvolvida, na verdade a vontade do ser humano é conduzida fundamentalmente por forças que ele não controla. Deste modo, quando pretende que a razão seja a força dominante da sua própria ação e da sua busca por conhecimento, o ser humano se ilude, à medida que deixa de perceber que os adfectus exercem poder fundamental sobre a vontade e sobre o exercício da razão. A comunicação em questão visa sintetizar sistematicamente esta argumentação de Melanchthon, examinar a possível tensão entre a concepção do conceito de adfectus e as afirmações de um certo tipo de liberdade humana e de um conhecimento natural de Deus, e apontar para desenvolvimentos posteriores engendrados por essa tensão – principalmente no pensamento do próprio Melanchthon, mas possivelmente também na tradição filosófica alemã posterior.

Filosofia da religião Buscar Grupo igual a Filosofia da religião
Dia 23 | Terça | sala 5 |14:30-15:00
FUCAPE
23/10/2018
FaLang translation system by Faboba