You have 0 articles to compare. Do you want to see compare view now?


Compare

Grupo de Trabalho da ANPOF - Associal Nacional de Pós graduação em Filosofia  - que reúne estudiosos, professores, pesquisadores e alunos interessados no pensamento do filósofo franco-lituano Emmanuel Levinas.

TEMAS DE INTERESSE

Ética, Alteridade e Contemporaneidade, Fenomenologia, Crítica da Totalidade, Humanismo, Arte e Filosofia, Ética e Estética, Política, Justiça, Feminino, Levinas e o judaísmo, Subjetividade, ética e temporalidade. Diálogos e interlocuções de Levinas com Platão, Descartes, Husserl, Heidegger, Franz Rosenzweig, Bergson, Merleau-Ponty, Sartre, Jacques Derrida, Hans Jonas, Hannah Arendt, entre outros.

A aplicação do pensamento leviniano na linguagem, literatura, arte e interpretação ética foi o destaque na manhã desta sexta-feira durante o III Seminário Internacional Emmanuel Lévinas ‘Amor e Justiça’, realizado pela Dom Helder Escola de Direito e pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE). As sessões temáticas foram realizadas no Espaço Cultural Dom Helder, no Santa Efigênia, em Belo Horizonte (MG).

Entre os conferencistas convidados, o prof.dr. Hanoch Ben-Pazi, da Bar-Ilan University (Israel) apresentou artigo sobre a interpretação ética de obras literárias através dos escritos sobre ética do filósofo francês Emmanuel Levinas (1902-1995). Ben-Pazi aplicou o pensamento leviniano na análise de livros e da arte.

Segundo o pesquisador, a interpretação ética depende do próprio intérprete, de forma que não é possível aferir juízo somente pelo texto, dando como exemplo o uso em sala de aula do romance Lolita (1955), de Vladimir Nabokov ou da Bíblia Sagrada. “O intérprete tem que assumir a responsabilidade de sua interpretação e da significação ética do próprio ato”, comentou.

Já o doutor em Filosofia Thomas Newman, do Institut Catholique de Paris, apresentou trabalho sobre análise da imanência e transcendência de Lévinas nas obras do russo Fiódor Dostoïesvski (1821-1881). O pesquisador interpreta as relações do outro do russo sob o ponto de vista do pensamento leviniano.

Subjetividade e linguagem

Doutorando em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Frederico da Cruz Vieira de Souza aplica o conceito de ‘alteridade’ de Lévinas em seu trabalho. Vieira utiliza o pensamento do filósofo na análise de imagens e sua interpretação.

Durante palestra, o doutorando apresentou uma obra do fotógrafo Thiago Fogolin, que desenvolve o trabalho ‘Corpos e Rostos’, retratando moradores de rua em São Paulo. A foto de um homem apontando para uma lesão no olho foi o desfecho de uma explanação sobre o pensamento de Lévinas na linguagem visual.

“Apostamos que a ambivalência da fotografia, na fricção da visitação da face de outrem na transcendência da representação produz tendas comunicativas, pelas quais, a transcendência da significação escapa do regime da representação”, afirma Vieira.

Por sua vez, o doutor e mestre em Filosofia André Brayner de Farias da Universidade de Caxias do Sul (UCS) proferiu palestra baseada na síntese de seu trabalho ‘Poética da substituição’. O pesquisador utiliza os conceitos de Lévinas para estrangulamento e substituição numa comparação ao pensamento de Franz Kafka (1883-1924) e Vilém Flusser (1920-1991).

“A filosofia de Lévinas, como a literatura de Kafka, é o resultado de um processo de estrangulamento ou de impossibilidade. A análise da substituição como uma poética justifica-se por ser tal discurso, ausente de condições, um processo criador. Lévinas fala como um autêntico estrangeiro na terra da filosofia: o outro que se apropria da língua nativa de Platão e Aristóteles para comunicar uma filosofia nova”, afirma Brayner.

III Seminário

O objetivo do evento é fortalecer as atividades de pesquisas dos membros  do Centro Brasileiro de estudos sobre Emmanuel Lévinas (CEBEL) e do GT  Lévinas (ANPOF), além das atividades de vários Grupos de Pesquisa  (CNPq), discentes e docentes espalhados pelo Brasil.

O seminário busca também divulgar o pensamento de Emmanuel Levinas para a  comunidade científica de outros países, promovendo um espaço de debate  em torno da filosofia levinasiana, a partir das múltiplas leituras  possíveis da obra do autor.

O GT Levinas se constitui em um conjunto de pesquisadores afiliados à Associação Nacional de Cursos de Pós-Graduação em Filosofia do Brasil que visam estudar e analisar criticamente a obra do pensador franco-lituano Emmanuel Levinas. Objetivando tanto a integração dos trabalhos dos estudiosos da área como o diálogo com outras correntes filosóficas e com as ciências em geral, esse blog manterá a divulgação constante de cursos, palestras, publicações, defesas de teses e dissertações em âmbito nacional e internacional.

Núcleo de sustentação

Prof. Dr. Nilo Ribeiro Junior (FAJE) - Coordenador

Prof. Dr. Marcelo Fabri (UFSM)

Prof. Dr. Ricardo Timm de Souza (PUC RS)

Prof. Dr. Silvestre Grzibowski (UFSM)

Prof. Dr. Sandro Cozza Sayão (UFPE)

Prof. Dr. Nelio Vieira Melo (UFPE)

 

Outros membros 

Dr. Diogo Villas Boas Aguiar (UFSM/ UNICAP)

Dr. Felipe Rodolfo de Carvalho (UFMT/ USP)

Dra. Zuleica Aparecida Silvano (FAJE)

Dr. Leandro Gornick Nunes (UNIVILLE)

Dr. Edvaldo Antônio de Melo (DLM/ PUG ROMA)

Dndo. Gregory Rial (UFMG/ FAJE)

Dndo. Klinger Scoralick (PUC RIO/ FAJE)

 

Aconteceu nos dia 8, 9 e 10 de outubro de 2019 o IV Seminário Internacional Emmanuel Levinas, em Belo Horizonte, no Campus da Dom Helder Escola de Direito. Com o tema: "O sentido do humano: ética, política e direito em tempo de mutações", o evento propôs um debate em torno de temas como ontologia, política, ecologia, linguagem e outras questões candentes no momento atual a partir do pensamento do filósofo franco-lituano Emmanuel Levinas. Com a participação de cerca de 350 pessoas, o evento teve conferências com dois grandes nomes da  filosofia francesa contemporânea: Didier Franck (Université Paris Nanterre) e Rodolphe Calin (Université Montpelier). 

Results 1 - 6 of 6
FaLang translation system by Faboba

Grupos de Trabalho