Revista Ética e Filosofia Política - UFJF - Qualis B1 Capes

Revista Ética e Filosofia Política - UFJF - Qualis B1 Capes

http://www.ufjf.br/eticaefilosofia/ 

Volume temático:

Poder e limite da linguagem na Filosofia Antiga

– orgs. Fábio Fortes (UFJF) & José. C. Baracat Jr. (UFRGS)

O poder e o limite da linguagem são temas que perpassam toda a Antiguidade greco-romana de modo incontornável e num cenário em que, apesar de a oralidade gradualmente dar lugar ao letramento, a força da palavra falada nunca foi inteiramente sobrepujada pela escrita. De fato, é mesmo no conflito que se instaura com a revolução da escrita que as práticas de linguagem, tradicionalmente assentadas na oralidade, podem se tornar objeto de reflexão teórica e filosófica, consistindo o âmago de diferentes tradições de conhecimento instituídas a partir da Grécia Antiga – a poética, a retórica, a sofística, a lógica, a dialética, a gramática, entre outras. Por um lado, a consciência da linguagem como instrumento de prazer e persuasão – e, por consequência, de poder –, perceptível já em Homero, é explorada por inúmeros pensadores do mundo antigo. Por outro, a percepção de que linguagem é insuficiente para expressar certos objetos do pensamento ou níveis da realidade – sendo, assim, limitada – é uma séria preocupação desde pelo menos Heráclito e Parmênides, sendo aprofundada e evidenciada especialmente na tradição platônica. Dados esses dois pontos de partida – poder e limite na linguagem – convidamos pesquisadores a submeterem à revista artigos que tratem dos entrelaçamentos entre linguagem e filosofia na Antiguidade de modo geral, cobrindo arco temporal vasto que pode incluir desde os mais remotos autores da tradição filosófica grega (séculos VII e VI a.C.) aos mais recentes autores gregos e latinos da Antiguidade Tardia (séculos IV e V d.C.). De modo específico, esperamos contribuições que possam se alinhar a um dos subtópicos abaixo:·      Oralidade e escrita da filosofia;

·      Continuidades e descontinuidades entre retórica e filosofia;

·      Apofatismo filosófico e religioso;

·      Dogmatismo e ceticismo da linguagem;

·      Lógica, filologia e gramática




---




*Os artigos deverão ser encaminhados até o dia 05/09/2016, com duas cópias, uma identificada e outra sem identificação, para o e-mail: filosofia.antiga.ufjf@gmail.com 




*Os trabalhos aceitos serão publicados no volume 19.2 (dezembro de 2016).




Normas de formatação do texto:

 1. Os trabalhos devem ser escritos em espaçamento 1,5, com letra Times New Roman de corpo 12, em folhas normalizadas (tamanho A4). Os títulos e subtítulos devem ser apresentados em negrito e sem numeração. Impõe-se em qualquer dúvida as normas da ABNT.

 2. Os trabalhos devem ter as margens segundo as normas da ABNT:

 Margem superior: 3,0 cm.

Margem inferior: 2,0 cm.

Margem esquerda: 3,0 cm.

Margem direita: 2,0 cm.

 Já o espaço entre linhas deve ser 1,5 cm no decorrer do trabalho, com exceção das citações longas que são apresentadas em espaços simples e deslocamento de 4 cm em relação à margem; vale ressaltar que todo o texto deve ser justificado.

 3. Os textos podem ser apresentados em língua portuguesa, assim como em inglês, em francês, em alemão, em italiano ou em espanhol, seguindo as normas gramaticais dos referidos idiomas.

 4. Os autores devem inserir, ao final do texto, uma folha de apresentação da qual constem exclusivamente os seguintes elementos: título do texto, nome do(s) autor(es) e respectivo vínculo acadêmico, endereço para envio de correspondência, contatos telefônicos e e-mail.

5. Após o título, os trabalhos deverão fazer constar também resumo e palavras-chave, que deverão também estar em versão em língua estrangeira moderna (inglês, francês, italiano, espanhol ou alemão).

Formato do texto.5. Na primeira folha do texto devem constar o respectivo título e um resumo em língua portuguesa, caso o artigo seja nesta mesma língua escrito; devem figurar, ainda, o título e um resumo, em uma outra língua, preferencialmente, em inglês ou em francês. No caso de o texto estar redigido em língua estrangeira (inglês, francês, alemão, espanhol ou italiano), pede-se que um dos  resumos seja em língua portuguesa.

 6. As notas de rodapé numeradas sequencialmente (em numeração arábica) e inseridas ao longo do texto, nas páginas a que se reportam.

 7. Os vocábulos estrangeiros devem ser apresentados em itálico, exceto quando integrados em citações; neste caso, favor respeitar o formato original.

 8. Quadros e figuras devem ter um título e ser inseridos no corpo do texto e numerados sequencialmente (os quadros com numeração romana e as figuras com numeração arábica).

 9. A lista das referências bibliográficas deve ser organizada alfabeticamente, redigida em entrelinhas simples e em letra de corpo 10, separadas uma das outras pelo espaço de uma linha. Os autores devem seguir as atuais normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para a organização destas referências.

FaLang translation system by Faboba