You have 0 articles to compare. Do you want to see compare view now?


Compare

Ética e Cidadania

A criação do GT Ética e Cidadania ocorreu em Caxambu, em 1998. A ideia originária do GT teve como elemento motivador o desafio de pensar a identidade e as formas culturais da América Latina. O grupo fundador, liderado por José Sotero Caio, não fazia restrições de temas e problemas filosóficos, desde que envolvidos com um compromisso ético-político de avanço nas questões sociais, políticas, econômicas e culturais. Ao longo do tempo esse avanço ganhou várias conotações, como libertação, emancipação, inclusão transformadora da democracia, debate sobre as questões de gênero, imaginário, direitos humanos e vítimas, sociedade civil e estado, para nomear os assuntos mais frequentes.

Os autores tratados pelos diferentes componentes do GT evidenciam a importância da abertura epistemológica e pluralidade, como condição própria do diálogo, cuja interlocução presume o debate regional, continental e mundial acerca de questões filosóficas que permitam fazer justiça à emancipação e no reconhecimento de todos. As constantes mudanças do cenário mundial e o papel que o Brasil vem assumindo no contexto latino-americano e mundial.

O GT reafirma seu caráter filosófico e o compromisso com princípios éticos que fundamentam a democracia e a cidadania, afirmando a importância da superação da mera formalidade em prol de sua materialidade. Neste sentido, o estudo de temas como a ética e da cidadania buscam construir condições de dignidade humana e justiça social. O ponto de partida é a situação de exclusão múltipla, historicamente presente no continente latino-americano, propondo caminhos teóricos e práxicos pautados por correntes diversas do pensamento filosófico, para sua afirmação. Pretende, assim, favorecer o respeito às diversidades éticas comprometidas com o exercício da cidadania.

LINK: www.eticaecidadania.org

 

COORDENADOR

•Antonio Glaudenir Brasil Maia – UECE/UVA 

                E-mail: glaudenir@gmail.com

 

NÚCLEO DE SUSTENTAÇÃO

  • Jovino Pizzi – UFPEL/RS
  • José Marcos Miné Vanzella – UNISAL/SP
  • Castor Mari Martín Bartolomé Ruiz - UNISINOS
  • Cecilia Maria Pinto Pires - IMED/RS
  • Daniel Pansarelli – UFABC/SP
  • Enoque Feitosa Sobreira Filho - UFPB
  • Neuro José Zambam – IMED/RS
  • Fernando Jader de Magalhães Melo - UFPE
  • Lorena de Melo Freitas - UFPB 
  • Anderson de Alencar Menezes – UFAL
  • Maria da Penha Felício dos Santos de Carvalho– IUPERJ
  • Francimar Duarte Arruda – PUCRJ/UFF

 

OUTROS INTEGRANTES

  • Marcos Fábio Alexandre Nicolau – UVA/CE
  • Ricardo Salas Astrain – UCT/Chile
  • Antonio Francisco Lopes Dias - UESPI
  • José Maria Aguirre Oraá – UR/Espanha
  • Renato Almeida de Oliveira – UFC/UVA/CE
  • Alberto Vivar Flores - UFAL
  • Ricardo George de Araújo Silva – UFC/UVA/CE
  • Alberto Dias Gadanha - UECE
  • Luciano da Silva – FIS/PE
  • Francisco Pereira de Sousa – UFAL
  • Arivaldo José Sezyshta – UFPB
  • Ermínio de Sousa Nascimento – UFC/UVA/CE
  • José Vicente Medeiros da Silva – UFAL
  • Fernandes Antonio Brasileiro Rodrigues - UFPB/UFPE/UFRN
  • Edison Alencar Casagranda – UPF/RS 
  • Marcos Alexandre Alves – UNIFRA
  • Marlon André Kamphorst – IMED/RS
  • Robson Antão de Medeiros - UFPB
  • Fabiana Tamizari – USP
  • Ylfa Ariadne Oliveira Paiva – UECE
  • Ednaldo Firmino da Silva - UFAL

 

FaLang translation system by Faboba

Grupos de Trabalho