Colóquio Pensadores Brasileiros: coletâneas de textos 2018 e 2019 Delmar Cardoso; Paulo Margutti (Orgs.)

Paulo Margutti Coletânea II

 

Paulo Margutti Coletânea III

“O Brazil não conhece o Brasil”, diz uma canção. Mas talvez seja o caso de perguntar: O Brasil conhece o Brasil? A filosofia em seus múltiplos contornos tem participado da história brasileira desde seus primórdios. Com o objetivo de olhar para relação nem sempre valorizada entre o Brasil e a Filosofia é que o Programa de Pós-Graduação em Filosofia da FAJE e o Grupo de Pesquisa Filosofia do Brasil (FIBRA) têm organizado os colóquios “Pensadores Brasileiros”.  Esta coletânea reúne textos das conferências feitas na edição do colóquio ocorrida em 2018. Naquela ocasião foi apresentada a relação entre Filosofia e Brasil em alguns autores específicos: Machado de Assis, João da Cruz Costa e Dermeval Saviani. Mas também foi discutida a própria relação entre o Brasil e a Filosofia. Eis a explicação para os capítulos inicial e final desta coletânea. Passemos, pois, a apresentar estes textos. Este livro, portanto, quer ser um convite ao diálogo para que o labor filosófico feito no Brasil se deixe questionar por suas raízes e ouse não ser apenas comentário ou erudição, mas se transponha através do conceito e da ação para a afirmação de uma filosofia que seja realmente no Brasil, do Brasil, a partir do Brasil e para o Brasil.

https://www.editorafi.org/797pensadores

Educação Vegana: A urgência de novos olhares

unnamed 3

Sinopse: Em Educação Vegana: a urgência de novos olhares, os leitores e leitoras encontrarão reflexões sobre as práticas culturais humanas que se naturalizaram com o passar dos tempos na sua vivência interespécies. O modo como nós, seres humanos, nos relacionamos com a nossa própria espécie, e mais ainda, com as outras espécies animais e com meio ambiente, precisa de uma urgente releitura genuinamente ética.Em Educação Vegana: a urgência de novos olhares, somos convidados a refletir sobre o fato de que nem tudo que a tradição nos legou é ético e justo. Tradições, costumes, hábitos, precisam ser revistos, buscando sempre desfazer pregas, vincos e rugas morais tão naturalizadas por nossas práticas culturais. A releitura proposta aqui é a partir dos princípios éticos que fundam o modo de vida vegano abolicionista e do olhar interdisciplinar entre a filosofia e as mais diversas ciências.

Mais informações sobre o e-book: https://www.editorafiloczar.store/produto/174800/educacao-vegana-a-urgencia-de-novos-olhares-e-

Dia 11 de Julho de 2020, conversa on-line e lançamento do e-book. 
Para participar, acesse: https://meet.google.com/bib-uypn-jnx (pelo navegador do computador ou pelo app google meet no celular)

"A Tentação Ancestral: a questão histórico-cultural do tema da Idolatria ao longo dos séculos e sua relevância na contemporaneidade"

a tentação

TENTAÇÃO ANCESTRAL: A questão histórico-cultural do temada Idolatria ao longo dos séculos e sua relevância na contemporaneidade

Ricardo Timm de Souza; Isis Hochmann de Freitas; Evandro Pontel; Jair Tauchen; Oneide Perius   (Organizadores)

A presente obra A tentação ancestral – a questão histórico-cultural do tema da Idolatria ao longo dos séculos e sua relevância na contemporaneidade pretende antecipar o tratamento de uma questão de tal urgência. Os vinte e nove textos aqui reunidos, oriundos de abordagens desde prismas tão diversos como filosofia, letras, economia, teologia, psicanálise, direito, história, sociologia e outros, pretendem demonstrar cabalmente de que forma tal urgência acima referida se faz aguda, aqui e agora, a todos e todas que pretendem uma compreensão mais profunda dos tempos que correm. 

Está publicado no site da Editora Fundação Fênix e pode ser baixado gratuitamente. 

Link de acesso: https://www.fundarfenix.com.br/a-tentacao-ancestral

Facebook: https://www.facebook.com/100345614715934/posts/267519827998511/

 

 

EDITAL DO PRÊMIO ANPOF 2020

É com grande satisfação que damos início ao processo de inscrições para a edição 2020 do Prêmio ANPOF de melhor dissertação e de melhor tese defendidas nos Programas de Pós-Graduação em Filosofia do Brasil. Esta é uma grande oportunidade para prestigiarmos nossos melhores trabalhos acadêmicos e divulgarmos nossa produção filosófica.

A inscrição dos trabalhos é feita pelas Coordenações dos Programas de Pós-Graduação, que indicam uma dissertação e, no caso dos programas com doutorado,também uma tese para participarem do processo. A avaliação dos trabalhos submetidos será realizada por uma comissão instituída pela diretoria da ANPOF, constituída por um membro da diretoria e por docentes dos Programas de Pós-Graduação em Filosofia. A seleção será feita em três etapas, que serão concluídas ainda em 2020. A sessão de premiação será realizada no XIX Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF.

Confira o edital aqui.

ADIAMENTO DO XIX ENCONTRO NACIONAL DA ANPOF – INSCRIÇÕES SUSPENSAS

 Banner evento adiado2 06 qbpzwt

A diretoria da Anpof, após consulta aos Programas de Pós-graduação em Filosofia, comunica o adiamento do XIX Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF, devido à pandemia do novo coronavírus. O resultado da consulta foi o seguinte: 31 programas se manifestaram pelo adiamento, 06 pelo cancelamento, 01 fez sugestões, mas não se posicionou sobre a consulta e 14 não se manifestaram (resultado aqui).

Inicialmente previsto para ocorrer de 19 a 23 de outubro em Goiânia, o evento foi adiado para ser realizado no 1º semestre de 2021, em data que será definida em assembleia da Anpof a ser realizada a partir de setembro de 2020, quando será definido como e quando o evento será realizado. Até a definição do período de realização do evento as inscrições permanecerão suspensas. Logo que for anunciada a nova data, será divulgado o novo cronograma de inscrições. Os que já concluíram o processo de inscrição ficarão com suas inscrições mantidas e poderão fazer edições em suas propostas de apresentação de trabalho assim que o sistema for reaberto.

Sabemos da importância do evento para a nossa área, mas também estamos atentos aos desdobramentos da pandemia e só realizaremos o evento, mesmo no primeiro semestre do próximo ano, se houver segurança sanitária adequada.

Contamos com a compreensão de todas e todos.

Saudações cordiais,
A comissão organizadora

Scientiæ Studia - Novo livro e nova coleção

sciencia

Caro/a leitor/a,

gostaríamos de trazer ótimas novidades, e em dose dupla, porque desta vez trata-se de um novo livro e uma nova Coleção.

Acaba de chegar a obra A experiência do cético, de Plínio Junqueira Smith, que inaugura a Coleção de Epistemologia e Filosofia Analítica, da editora Scientiae Studia.

Provocativa, clara e bem escrita, esta é também uma obra de fácil acesso e merece ser saudada, não só pelo seu mérito próprio, mas ao convidar a atitudes reflexivas que não são exatamente comuns entre nós, entre as quais o debate de posições filosóficas pessoais.

E para celebrar a dupla novidade, estamos com uma super promoção: frete grátis para TODO território nacional. Isso mesmo! Você compra seu exemplar e a remessa é por nossa conta. Escreva para secretaria@scientiaestudia.org.br que teremos o maior prazer em lhe passar todas as informações da promoção.

Saudações cordiais,

Associação Filosófica Scientiæ Studia
www.scientiaestudia.org.br
https://www.facebook.com/RevistaScientiaeStudia

 

"A Faculdade do Pensamento em Hannah Arendt: implicações políticas" Prof. Dr. Fábio Passos

1593196470 dd522c2535d36ef4fefde760a69f0d78

A presente obra gravita, sobretudo, em torno do tema da implicação política da faculdade do pensamento no interior da filosofia política de Hannah Arendt (1906-1975). A intenção do autor é demonstrar que em “situações limites”, nas quais o espaço público inexiste, a “resistência”, fenômeno produzido pelo pensar, constitui-se como uma espécie de “ação política”, pois ela impulsiona a motivação plural, a partir da sua exemplaridade. A “resistência”, analisada nessa perspectiva, ou seja, no papel de fomentadora da exemplaridade, culminará na realização da motivação plural, fazendo com que o pensar possa atingir o “nós”, ou seja, a esfera pública, constituída pela pluralidade humana.

A faculdade do pensamento em Hannah Arendt: implicações políticas pretende explicitar que em “situações limite” nas quais “o passado cessa de lançar luz sobre o futuro, a mente do homem vaga na obscuridade” (TOCQUEVILLE, Democracia na América); a “resistência” aponta, a partir de seu “exemplo”, para o fato de que não podemos esquecer nossa responsabilidade para conosco e para com o mundo.

 "O que é o pensar?" "Nossas ações ocorrem porque acionamos nossa faculdade de pensar?" "Agimos porque pensamos?" "O pensar tem alguma relação com a ação?" São essas questões que percorrem o livro de Fábio Passos, o qual á está em sua segunda edição. 

E-mail de contato: fabiopassos@ufpi.edu.br

Adquira em: https://lumenjuris.com.br/filosofia-do-direito/faculdade-do-pensamento-em-hannah-arendt-2a-ed--2020-2503/p

NOTA DE FALECIMENTO – Carlos Roberto Velho Cirne-Lima

Com imenso pesar comunicamos o falecimento do Prof. Carlos Roberto Velho Cirne Lima, no dia 1º de julho de 2020. Reconhecido pesquisador da obra de Hegel e professor de filosofia da UFRGS, da PUCRS e da UNISINOS, doutorou-se em filosofia em 1959 e pouco tempo depois passou a ensinar na UFRGS. Foi cassado em decorrência do AI-5 em 1969 e ficou cerca de dez anos longe da universidade. Aposentou-se na UFRGS em 1990 e lecionou na PUCRS durante dez anos. A partir do ano 2000 passa a atuar na UNISINOS, onde tornou-se professor emérito em 2008. Foi autor de várias obras, incluindo Dialética para Principiantes (Porto Alegre: EDIPUCRS, 1996).
 

Manifestamos nossa solidariedade aos familiares, amigos e à comunidade universitária da UFRGS, da PUCRS e da UNISINOS.

Diretoria Anpof.

"Reflexões sobre uma Pandemia" (Orgs) Evânia Reich; Maria de Lourdes Borges Raquel; Cipriani Xavier

pandemia

A ideia da organização do presente livro de ensaios filosóficos foi fruto de uma inquietação profunda em relação ao momento pelo qual estamos passando. A história da humanidade já vivenciou outros episódios de epidemias, talvez tão graves quanto a atual, tais como a peste que assolou a Europa nos séculos XIII e XIV, dizimando quase um terço de sua população, ou o desaparecimento de grande parte da população ameríndia entre o século XVI e XVIII através dos vírus trazidos pelos colonizadores europeus. Nossa geração, contudo, jamais havia passado por esta experiência, a não ser assistindo filmes distópicos ou de ficção científica. Embora alguns grandes epidemiologistas têm dito que fomos muito ingênuos em não termos previsto a possibilidade de um contágio em massa por um vírus letal, a bem da verdade, ninguém levava a sério esta possibilidade. Tampouco os primeiros casos na China despertaram, nos outros continentes, um medo em relação a uma possível pandemia. Fez-se necessário que seus países fossem massivamente infectados para que a realidade caísse nua e crua diante de seus olhos. Até hoje, países como o Brasil continuam a negar a gravidade do problema, ainda que o número de mortos aumente diariamente, e tornamo-nos pouco a pouco um dos países com o maior número de pessoas infectadas. Os ensaios aqui reunidos visam apresentar uma reflexão sobre o momento pelo qual estamos passando, trazendo para Reflexões sobre uma pandemia , 9 dentro do problema conceitos e questões filosóficas tratadas no âmago da própria história da filosofia. Cada filósofo e filósofa trouxe à baila uma análise do nosso tempo de COVID-19, através de um linguajar ensaístico, ao mesmo tempo revelando suas próprias questões filosóficas.

Acesse em: http://www.nefipo.ufsc.br/files/2012/11/LIVRO.-Reflex%C3%B5es-sobre-uma-pandemia-2020.pdf?fbclid=IwAR0gBbiNe2NEVztjoh2i1xkFi8Hxf9WfMrsLlNT8qkAfCe_gmiyQN8P1MzU

Mais artigos...

FaLang translation system by Faboba