A construção do homem moral em Kant Show all records where Título is equal to A construção do homem moral em Kant
Alanny Nayra Alexandre Carvalho Show all records where Autor is equal to Alanny Nayra Alexandre Carvalho
UFC Show all records where Instituição is equal to UFC

A filosofia kantiana foi e continua sendo um componente de grande valia ao que compete a concepção de homem. Observemos que, enquanto que na antiguidade as coisas giravam em torno do homem, na modernidade o mesmo passa a ocupar o lugar de destaque, o que antes era só um elemento do todo, agora é visto na ordem da subjetividade; uma vez que, deixa de -apenas- contemplar as coisas para se tornar elemento chave, agindo como colaborador do mundo em direção ao progresso. Tendo em vista que é a partir de Immanuel Kant (1724-1804), que uma nova mentalidade passa a ser instaurada no campo da moralidade, consideramos discutir nesse trabalho o processo de construção da moralidade do homem sob a perspectiva kantiana. Considerando a educação como um mecanismo essencial na formação do homem, é que Kant se utilizará da mesma para demonstrar que é, por meio dela, que os homens se tornam aptos a alcançar um estado de natureza superior, ou seja, tornam-se seres morais. A presente pesquisa tem por objetivo demonstrar o percurso percorrido pelo homem até chegar a seu estado último, isto é, até alcançar sua finalidade que é a de se tornar um ser moralizado. Esse percurso é demonstrado durante o curso natural da vida do homem que, por sua vez, utilizará da incorporação de alguns elementos como história, cultura e religião. Como principais fontes metodológicas será feita a inquirição das obras: Ideia de uma história universal de um ponto de vista cosmopolita (1784), A religião nos limites da simples razão (1793) e a Metafísica dos costumes (1797). Além dessas obras, serão considerados também outros trabalhos relevantes, como: Resposta à pergunta: o que é o esclarecimento? (1784), Começo conjectural da história humana (1786), Crítica da razão prática (1788), Crítica da faculdade do juízo (1790), A paz perpétua (1795), Sobre a pedagogia (1803). Kant funda uma moral autônoma, onde no campo da liberdade é concebida como um postulado, no campo da história como teleologia, ligada diretamente ao progresso da humanidade como culturalmente civilizada, na concepção de Deus é uma exigência, e, no campo da religião como uma forma de racionalidade. Dessa maneira, percebemos que o homem é construído em um todo que ao mesmo tempo, é realização de todos os fins.

KANT Buscar Grupo igual a KANT
Dia 22 | Segunda | Sala 27M| 17:15-17:45
IC4
22/10/2018
FaLang translation system by Faboba