A biotecnologia como ameaça à autenticidade da vida segundo Hans Jonas. Show all records where Título is equal to A biotecnologia como ameaça à autenticidade da vida segundo Hans Jonas.
Leonardo Nunes Camargo Show all records where Autor is equal to Leonardo Nunes Camargo
PUC/PR Show all records where Instituição is equal to PUC/PR

Este trabalho tem como objetivo detectar as ameaças da biotecnologia, descrita por Hans Jonas em sua obra técnica, medicina e ética (1985), à autenticidade da vida. Para Jonas, a empresa biotecnológica, último estágio de desenvolvimento da técnica moderna, representa um perigo à vida humana, a partir do momento que ela pretende reconfigurar a condição humana. Atualmente temos o transumanismo como movimento filosófico, que através da convergência tecnológica (biotecnologia, nanotecnologia, ciências da informação, ciências cognitivas), pretende realizar modificações fisio-psíquicas na estrutura biológica do ser humano, a ponto deste superar suas limitações biológicas impostas pela natureza. Aqui, podemos nos perguntar o que entendemos por condição humana? Ou melhor, na linguagem jonasiana, o que seria essa autenticidade defendida ao longo de sua produção filosófica? Nossa tese é a de que a autenticidade, assim como o conceito de imagem, pode ser sustentada por meio da sua biologia filosófica, mais especificamente pelo conceito de liberdade. Acreditamos que esse conceito é fundamental para delimitar o conceito de autenticidade. Mas para isso precisamos lembrar que a liberdade está presente desde as estruturas biológicas mais simples até os seres vivos mais complexos. Desse modo, na concepção de Jonas, o homem apenas se diferencia dos demais seres vivos porque possui maior grau de liberdade. Uma das maneiras que o homem adquire essa liberdade é através da técnica (homo faber). Contudo, no século XX, com os avanços da tecnologia e da ciência, essa mesma liberdade, que era capaz de emancipar o homem, se tornou um perigo para o próprio ser humano enquanto espécie. Jonas considera que o advento da biotecnologia foi o marco decisivo para implantação do projeto baconiano, pois através dela o homem passa a ter controle sobre as camadas mais singulares e ínfimas da matéria. No entanto, o principal problema disso é a objetificação do homem perante a tecnologia, e o poder de alguns homens sobre outros de sua espécie. Neste cenário tecno-científico, há elementos suficientes que demonstram o princípio responsabilidade como uma alternativa para o enfrentamento dessas questões biotecnológicas que pretendem reconfigurar a condição humana, e que ameaçam a autenticidade da vida humana para as gerações futuras.

Hans Jonas Buscar Grupo igual a Hans Jonas
Dia 24 | Quarta | Sala 304|14:00-14:30
BW
24/10/2018
FaLang translation system by Faboba