"Professora, posso respnder com minhas palavras?" atenções, desatenções, e insubordinações do acontecimento escolar a partir da filosofia de Henri Bergson Show all records where Título is equal to
Bárbara Romeika Rodrigues Marques Show all records where Autor is equal to Bárbara Romeika Rodrigues Marques
UFJF Show all records where Instituição is equal to UFJF

Com esperança em nossa capacidade de errar o conceito puro, e apostando nas possibilidades de evidenciar imagens escondidas no espelho da dedução lógica, buscamos problematizar o tempo espacializado, e os arranjos técnicos que se organizam em torno do acontecimento escolar. Almejamos alfinetar, apenas suavemente, a validação da supremacia da máxima eficiência das quantificações nos contextos escolares do mundo moderno. Afinal, se a capacidade de legar algo novo ao mundo é a principal marca humana, se as relações da consciência com a vida e na vida se expressam de um jeito e também do seu contrário – repetição e invenção, cópia e criação, tradição e inovação – que pode o acontecimento escolar para além do lugar comum da racionalidade lógico-dedutiva? Propomos um caminho que nos conduza em valsa à percepção de que os movimentos particulares do pensar para compreender o mundo também podem estar organizados e dispostos na distração: um estar à toa muito ativo para-si, no tempo que é pausa mas não desperdício, que é expressão do movimento na suspensão da linearidade transmissiva. É ao distrair-se que o pensamento se desgarra do conteúdo dado e imprime a marca de sua unicidade, no amparo dialógico do conhecimento. É uma etapa constituinte dos processos da inteligência, mas que se fortalece na insubmissão, na desobediência e fluidez. Interessa perseguir processos outros de assimilação, entendendo que as atenções podem respeitar, assimilar e legitimar o aparato estrito do conteúdo circunscrito na tradição e estar aberta, também, aos caminhos singulares de criatividade e intuição. Alinhado à perspectiva do pensar intuitivo e da duração bergsoniana, propomos um exercício reflexivo a partir da hipótese da “distração para-si”: a autorrevelação de um quem insubordinável à exclusividade da transmissão lógico-dedutiva e o exercício da capacidade humana de iniciar.

Filosofar e ensinar a filosofar Buscar Grupo igual a Filosofar e ensinar a filosofar
Dia 25 | Quinta | sala Anfiteatro |11:15-11:45
ED
25/10/2018
FaLang translation system by Faboba