Filipe Ceppas Show all records where Autor is equal to Filipe Ceppas
UFRJ Show all records where Instituição is equal to UFRJ

Procuraremos indicar, em primeiro lugar, de modo resumido, como a teorização antropológica sobre as sociedades ditas “sem estado” e “sem escrita” pode ajudar a tornar “interessantes” ou “significativas”, para os estudantes, aulas de introdução à filosofia, em especial quando se trata de abordar os conceitos interligados de razão, escrita e democracia nas origens do pensamento ocidental. Para tanto, confrontaremos algumas teses de Friedrich Engels, Claude Lévi-Strauss e Pierre Clastres (teses sobre a “revolução neolítica”, a escrita e a distribuição do poder nas tribos indígenas) com uma importante narrativa acerca do surgimento da filosofia: As origens do pensamento grego, de Jean-Pierre Vernant. Trata-se, em resumo, de repensar a iniciação à discussão sobre o logos, o nomos, o papel da escrita e o surgimento da democracia a partir de teorias antropológicas que nos ajudam a identificar e criticar o que pode haver de etnocêntrico numa narrativa relativamente consensual acerca do surgimento da filosofia. Em segundo lugar, apresentaremos, em suas linhas gerais, a proposta didática de uma “aula antropológica” inspirada nesse debate, envolvendo dinâmicas de grupo: exercícios de leitura e escrita: e atividades de avaliação e autoavaliação.

Filosofar e Ensinar a Filosofar Buscar Grupo igual a Filosofar e Ensinar a Filosofar
21.10 | Sexta-Feira | sala 02| 10h00
sala 02
21/10/2016
FaLang translation system by Faboba