Laiz Fraga Dantas Show all records where Autor is equal to Laiz Fraga Dantas
UFBA Show all records where Instituição is equal to UFBA

A mudança de paradigma efetuada por Habermas na teoria crítica com a formulação da teoria do agir comunicativo oferece elementos cruciais como base teórica para os modelos posteriores dessa corrente. Nessa obra, Habermas compreende os processos de modernização social com processos de racionalização e descreve as sociedades modernas como sociedades organizadas em duas esferas de ação: o sistema e o mundo da vida – o sistema é a esfera social cuja reprodução se dá por meio de ações instrumentais e o mundo da vida a esfera cuja reprodução se dá através da comunicação. A partir dessa distinção, Habermas produz uma teoria social que compreende os conflitos sociais como resultado de tensões entre as esferas do mundo da vida e sistema, considerando que o segundo exerce uma pressão constante sobre o primeiro, que tem sua forma de reprodução social reduzida e é “colonizado”. Os fundamentos da teoria crítica de Fraser se constituem em grande medida através de um diálogo crítico com a teoria social de Jürgen Habermas. Nancy Fraser reformula elementos cruciais da teoria social crítica com foco em questões de gênero, tematizadas de diversas formas ao longo de sua obra. Fraser observa no modelo de teoria crítica de Habermas uma “cegueira de gênero” e produz uma crítica direcionada ao dualismo entre as duas esferas de reprodução social que fundamenta a teoria social de Habermas. Fraser considera esse modelo de teoria social útil para constituir uma teoria da democracia que valoriza o debate público porém, considera que esse mesmo modelo é inábil para lidar com questões de gênero – como para compreender a família patriarcal e o trabalho doméstico, por exemplo. Fraser recusa uma separação radical entre as duas esferas sociais apontando que alguns contextos de ação são perpassados por elementos das duas esferas simultaneamente. Ou seja, a autora considera que as dimensões material e simbólica se cruzam nos contextos de ação e uma teoria social que concebe as duas esferas como esferas distintas de reprodução social inevitavelmente sofrerá de um déficit sociológico. Ao separar a sociedade em dois sistemas e compreender as patologias sociais como resultado da colonização do mundo da vida pelo sistema, a teoria social dual de Habermas não sabe lidar com os conflitos internos ao mundo da vida e despreza os conflitos gerados pelas assimetrias de status social entres diversos grupos, sendo, por isso, inábil para compreender a opressão de gênero e oferecer elementos teóricos para as lutas feministas. Exporemos nesse trabalho a crítica de Fraser à teoria social de Habermas, apontando de que forma a atenção à questões de gênero empreendida pela autora proporciona mudanças significativas nos fundamentos teóricos da teoria crítica contemporânea.

Filosofia e Gênero Buscar Grupo igual a Filosofia e Gênero
21.10 | Sexta-Feira | sala 22| 09h10
sala 22
21/10/2016
FaLang translation system by Faboba