Fernanda Müller Corrêa Show all records where Autor is equal to Fernanda Müller Corrêa
UNISINOS Show all records where Instituição is equal to UNISINOS

Nas sociedades democráticas liberais do Ocidente, caracterizadas pelo multiculturalismo, ou seja, por um pluralismo cultural, haja vista o intenso fluxo migratório, surgem demandas por reconhecimento de identidades culturais. Trata-se de uma sociedade em que a noção de dignidade igual não basta, havendo a necessidade também de se reconhecer as diferenças. O Estado liberal é fundado pela noção de neutralidade e universalidade dos direitos individuais e, por isso, um grande desafio surge para este Estado quando se tem diversas comunidades de culturas distintas dividindo um mesmo espaço público. Assim, surge a questão de se seria possível pensar uma política alternativa ao liberalismo tradicional, que conciliasse direitos individuais e direitos coletivos, para dar conta dessas demandas por reconhecimento. Charles Taylor, então, em seu texto “A política do reconhecimento”, propõe um liberalismo de metas coletivas que, ao mesmo tempo em que promove direitos coletivos, a fim de garantir a sobrevivência de culturas minoritárias, não viola direitos individuais de caráter fundamental. O que Taylor objetiva, então, é pensar um liberalismo que não seja “cego” às diferenças, defendendo as noções de sobrevivência cultural e de reconhecimento de igual valor para a construção de uma sociedade mais justa. Portanto, dada a inquestionável importância da contribuição da política do reconhecimento de Taylor para o debate filosófico contemporâneo sobre o multiculturalismo, o presente trabalho pretende, num primeiro momento, abordar os desafios do multiculturalismo, para num segundo momento, analisar a proposta tayloriana de um liberalismo de metas coletivas e suas implicações.

Ética e Filosofia Política Buscar Grupo igual a Ética e Filosofia Política
21.10 | Sexta-Feira | sala 23| 10h40
sala 23
21/10/2016
FaLang translation system by Faboba