Renata Satller do Amaral Show all records where Autor is equal to Renata Satller do Amaral
FAJE Show all records where Instituição is equal to FAJE

Propomos explorar a problemática do conceito de reconhecimento no pensamento do filósofo Axel Honneth (2009). Atual representante da Teoria Crítica, Honneth (2009) fundamentou uma teoria social de código normativo, elucidado em seu livro “Luta por Reconhecimento. A gramática moral dos conflitos sociais”, publicado em 1996.

Concentrando-se na Filosofia Social, Honneth apresenta um novo sentido para a Teoria Crítica ao afirmar que existe uma insuficiência sociológica na mesma. Para o autor, é preciso agrupar as conclusões dos pensadores anteriores, reconhecer e analisar as fragilidades da Teoria Crítica, para assim, formular novas interpretações para as lutas sociais. (HONNETH, 2009)

Para tanto, Honneth (2009) fundamenta historicamente o conceito de reconhecimento, retomando diferentes teóricos, como Maquiavel, Hobbes, Hegel, Nietzsche e Taylor. Honneth (2009) concentra-se no arquétipo conceitual Hegeliano dos “Escritos de Jena” (1801 – 1806) e nos estudos da formação da identidade de Mead para construir sua teoria sobre o reconhecimento.

Para Honneth (2009), o pedido de reconhecimento está situado em uma luta que acontece por meio do reconhecimento intersubjetivo. Primeiramente, Honneth (2009) diferencia as três formas de reconhecimento: amor, direito/jurídico e solidariedade/estima. No amor, há a relação com o próximo e, assim, a autorrealização. No campo jurídico-moral, o sujeito é reconhecido como autônomo e moralmente responsável pelos seus atos, desenvolvendo uma relação de autorrespeito. E através da solidariedade ou autoestima é possível a convivência em comunidade.

A seguir, Honneth (2009) esclarece o lugar da luta no reconhecimento: a evolução social acontece por meio da experiência de desrespeito às três formas de reconhecimento, que se dá pelas lutas coletivas, assim como pelo desejo do sujeito de ser reconhecido de modo intersubjetivo pela sua identidade. Para Honneth (2009), o rompimento das autorrelações pelo desrespeito gera as lutas sociais. Por isso, se não há reconhecimento ou se o reconhecimento não é verdadeiro, ocorre uma luta, no qual os indivíduos não reconhecidos desejam relações intersubjetivas de reconhecimento.

Os conflitos, portanto, nascem do desrespeito às formas de reconhecimento, pois há uma violação das expectativas normativas. Para Honneth (2009), a identidade moral é formada por estas expectativas normativas.

Ética e Filosofia Política Buscar Grupo igual a Ética e Filosofia Política
21.10 | Sexta-Feira | sala 25| 11h00
sala 25
21/10/2016
FaLang translation system by Faboba