JOAO BATISTA BOTTON Show all records where Autor is equal to JOAO BATISTA BOTTON
UFMG Show all records where Instituição is equal to UFMG

Nosso trabalho investiga a noção de promessa na obra de Paul Ricoeur como uma das noções que funcionam como vértice de su a antropologia filosófica. Através dela exploram-se as principais consequências para o conceito de pessoa em seus desdobramentos ético/morais. Sustentamos que o componente compromissório da promessa desenvolve uma indeterminação pungente: a promessa se afirma de um lado como elemento de redenção da vontade pelo ar de iniciativa que ela exala: ao mesmo tempo em que, especificamente esse componente compromissório, atrela o indivíduo em um curso de ação fixo pela obrigação moral de manter a palavra empenhada, produzindo o enrijecimento e a obtusão da vontade. Para explorar essa paradoxalidade recorremos a duas narrativas fílmicas, baseados no apelo narrativo que todo o problema da identidade tem em Ricoeur: La promesse (1996) dos irmãos Dardenne e O pagador de promessas (1962) de Anselmo Duarte. As reflexões de Derrida a respeito da promessa como veículo da possibilidade do impossível e do inaudito nutrem a primeira valência do paradoxo: a lúgubre reflexão nietzschiana sobre a promessa como expediente de domesticação nutre a segunda valência. Um terceiro modelo narrativo, dessa vez literário, O homem sem qualidades (1930-1943) de Robert Musil, nos conduz de volta à obra de Ricoeur: permitindo considerar que entre a espécie de niilismo exigido pela primeira valência e o “fundamentalismo” exigido pela segunda, a ação exige dos modelos narrativos a construção de escalas práxicas nas quais esteja salvaguardada a polissemia que permite a renovação controlada de nossos conceitos morais.

Filosofia Francesa Contemporânea Buscar Grupo igual a Filosofia Francesa Contemporânea
21.10 | Sexta-Feira | sala 43| 11h20
sala 43
21/10/2016
FaLang translation system by Faboba