Francisco Venceslau de Oliveira Jales Show all records where Autor is equal to Francisco Venceslau de Oliveira Jales
UECE Show all records where Instituição is equal to UECE

Segundo Agostinho o desejo é um movimento da vontade em direção a um objeto com a intenção de possuí-lo e usufruí-lo. Este revela no homem uma carência, uma incompletude. Portanto, ele não basta a si mesmo porque carrega consigo uma inclinação para tudo aquilo que é distinto dele. O homem, porém, é marcado por uma constante busca de felicidade. E esta é, a princípio, um estado de bem-estar e de paz proporcionado pela completa satisfação de seus desejos. Porém, tanto o corpo quanto a alma estão repletos de carências: de modo que, todo o ser do homem encontra-se marcado pela inquietude. Assim, o homem é um ser composto de corpo e alma, atravessado em sua composição básica por um desejo fundamental de felicidade que orienta todos os seus desejos. Sendo ele uma perfeita unidade entre corpo e alma, e o amor sua própria essência, este o atinge completamente. Por conseguinte, podemos afirmar que há no homem duas fontes distintas, porém, indissociáveis do amor. Assim, uma vez que o amor e desejo movem todas as ações do homem e, perpassando a sua composição básica, revelam-se parte de sua essência. Conclui-se que o amor é desejo. Todavia, questiona-se: o amor é realmente capaz de nos fazer felizes? Pois, sendo um desejo, ele se dirige a alguma coisa e como existem várias coisas, muitos são desejos. Assim, quando um é satisfeito, os demais continuam a exigir satisfação. Logo, a felicidade supõe a realização de todos os desejos. Então, é possível ser feliz? Provavelmente. Pois, se para cada desejo existe um objeto que o satisfaz, para o desejo de felicidade, certamente, haverá também algo que, satisfaça plenamente quem o possui. Mas, os bens que podem nos ser tirados contra a nossa vontade são incapazes de nos fazer felizes. Logo, as coisas temporais não garantem nossa felicidade, pois são perecíveis e podem no

Patrística e Filosofia Medieval Buscar Grupo igual a Patrística e Filosofia Medieval
21.10 | Sexta-Feira | sala 53| 09h30
sala 53
21/10/2016
FaLang translation system by Faboba