Deborah Vogelsanger Guimarães Show all records where Autor is equal to Deborah Vogelsanger Guimarães
UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora Show all records where Instituição is equal to UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Ao considerar a religião como um aspecto do espírito humano e não uma função especial dele, Paul Tillich inicia seu livro Theology of culture afirmando o caráter fenomenológico da religião. Para ele, a cultura é ‘a determinação fundamental e a substância da vida espiritual’ pois ‘revela a profundidade da vida espiritual, encoberta, em geral, pela poeira de nossa vida cotidiana’. Tillich define cultura desta forma por entender que ela manifesta, através da linguagem enquanto expressão simbólica, a vida espiritual humana: que o espírito humano concretiza na criação cultural religiosa - porque símbolo e ação da profundidade dela, sua Preocupação Última. Assim, ‘religião é a substância da cultura e a cultura é a forma da religião’ que se manifesta ‘nas criações básicas de todas as culturas. Entretanto, a ideia dessa relação onde a religião é a substância da cultura e a cultura é a forma da religião como aparece em Theology of culture, fazia parte de seus pensamentos e indagações de modo permanente pelo que ele nos diz na pequena introdução que faz em 1959 ao livro: ‘na maioria de meus escritos, incluindo os dois volumes da Teologia Sistemática, tento definir o modo pelo qual o Cristianismo está relacionado com a cultura secular’. O tema aparece ainda antes disto, já na apresentação que faz em Berlin para a Sociedade Kant com a palestra de título: Sobre a ideia de teologia da cultura. Podemos ainda contar com o aparecimento do tema nas Evangelisches Verlagswerk. O que se pretende apresentar nesta comunicação é o percurso feito por ele desde The Philosophy of religion até On the idea of a Theology of culture como publicado por Hannah Tillich em 1969 sob título What is religion? em seus pontos principais, não de maneira exaustiva. Acredito que refazer esse percurso seja fundamental para entender fenomenologicamente a religião, mas não só isso. O entendimento ontológico desta relação também é importante e está marcadamente presente no modo como Tillich trata o assunto. O aspecto mais importante desta reflexão é exatamente a basilar e fundamental relação entre religião e cultura, algo que se impõe a nós hoje tanto quanto se impôs à Tillich em seu tempo e que é, a seu modo uma relação ontológica.

Filosofia da Religião Buscar Grupo igual a Filosofia da Religião
21.10 | Sexta-Feira | sala 54| 09h00
sala 54
21/10/2016
FaLang translation system by Faboba