Anpof participa de reunião do Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas no CNPq

No dia 07 de março de 2017 o professor Adriano Correia participou, representando a Anpof, de reunião do Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas (FCHSSA) com a diretora de Engenharias, Ciências Exatas, Humanas e Sociais (DEHS), Profa. Adriana Maria Tonini. Esta reunião deu sequência a outra do Fórum realizada no dia 11 de novembro de 2016 com o presidente do CNPq, o Prof. Mario Neto Borges.

Na reunião foram apresentadas as demandas consideradas prioritárias pelos representantes das associações representantes da área, apresentadas a seguir.

1) Implementação da Diretoria de Ciências Humanas e Sociais no CNPq, conforme encaminhamento aprovado em 2014 pelo Conselho Deliberativo do CNPq e com tramitação interrompida desde a mudança da diretoria do órgão em 2015;

2) Reivindicação, já aprovada pelo presidente do CNPq, de que o Edital de Humanas e Sociais de 2017 siga os moldes dos editais lançados até 2015, que priorizavam na avaliação das propostas, além do mérito, a diversidade, a abrangência e a capilaridade, e que o financiamento de Grandes Temas, sugerido à diretoria do CNPq pelo GT de CHSSA, seja feito com recursos novos, e não com prejuízo aos recursos destinados ao Edital de Humanas e sociais;

3) Proposição de que a regulação da ética na pesquisa seja atribuição do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e não pelo Ministério da Saúde, como é o caso atualmente, e leve em consideração as tradições e exigências das várias áreas de pesquisa;

4) Solicitação de que nos editais de editoração, fundamentais para a manutenção dos periódicos da área, sejam considerados indexadores relevantes para a área de Ciências Humanas e Sociais e que estes editais sejam lançados em conjunto com a Capes;

5) Apoio do CNPq à discussão sobre internacionalização da Ciências Humanas, Sociais e Sociais aplicadas, iniciando com apoio financeiro e operacional para a realização, na sede do CNPq, de um seminário sobre o tema em junho de 2017;

6) Requerimento de alteração da resolução normativa 002/2015, que proíbe a divulgação dos critérios de julgamento pelos comitês de assessoramento, por dificultar o diálogo com as respectivas comunidades, por falta de transparência e por não trazer benefício algum ao CNPq;

7) Solicitação, por fim, de que sejam prorrogados, com anuência dos respectivos pesquisadores, todos os projetos vigentes do Edital Universal de 2014, uma vez que apenas presentemente os recursos foram pagos em sua integralidade.

As solicitações, apresentadas previamente à presidência do CNPq, foram bem acolhidas pela diretoria de Engenharias, Ciências Exatas, Humanas e Sociais (DEHS), que se comprometeu com a continuidade do diálogo e com a devida tramitação das demandas. Na reunião também ficou definido que, com vistas a uma maior celeridade, a profa. Fernanda Sobral (UnB) coordenaria a formação da comissão do Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas para o Plano de Ação da área do MCTIC, agora já definida e com representação da área de filosofia.

A atual diretoria da Anpof acompanhará, junto ao Fórum de CHSSA, o encaminhamento das demandas, em grande parte decisivas para o fomento à pesquisa em filosofia, principalmente na pós-graduação, e participará ativamente das gestões subsequentes do Fórum relativas às políticas institucionais para a área.

ANPOF (biênio 2017-2018)
20 de Março de 2017
FaLang translation system by Faboba