ANPOF EM MOVIMENTO - A OFENSIVA CONTRA A ARTE NO BRASIL

Rodrigo Duarte, professor doutor da Faculdade de Filosofia da UFMG e membro do GT de Estética é nosso convidado desta semana na coluna Anpof em Movimento. Nas últimas semanas, presenciamos no Brasil censura a seis manifestações artísticas, com destaque para a exposição Queer em Porto Alegre e o 35º Panorama de Arte Brasileira, no MAM, na qual havia um homem nu. Neste vídeo, ele comenta sobre este tema.

Nesta fala, ele argumenta que este movimento tem origem neoliberal, financiado por organizações que não defendem interesses nacionais brasileiros e que tem relação com seitas neo-pentecostais. Ele relaciona a ofensiva ao golpe de 2016 e também a uma tendência mundial neoconservadora, como o Brexit na Grã-Bretanha e eleição de Trump nos EUA. Para ele, o discurso moralista contra a corrupção pareceu não mais ser efetivo e tendo em vista o desgaste com essa bandeira, houve deslocamento para a área da arte.

Além disso, a arte é uma área tradicionalmente crítica, formada por pessoas críticas e foi a primeira que reagiu contundentemente contra o golpe. Ele também comenta que a crítica contra ao conteúdo do que vem sendo atacado nos museus representa uma hipocrisia, visto que a cultura de massas traz conteúdos tão ou mais eróticos. Por fim, ele relaciona esta ofensiva à indústria Cultural, uma vez que para tornar seus produtos rentáveis, sempre viu na arte uma inimiga da arte.

Acompanhe!

ANPOF 2017/2018



FaLang translation system by Faboba