Carta de repúdio à exoneração de pesquisadores da Fundação Casa de Rui Barbosa

As associações e sociedades científicas abaixo subscritas repudiam a exoneração do diretor e chefes de pesquisa da Fundação Casa de Rui Barbosa ocorrida no último dia 08 de janeiro de 2020.

Consideram as exonerações parte de uma política de instrumentalização ideológica que vem sofrendo as instituições de cultura e pesquisa no País, a qual nomeia pessoas desqualificadas e apadrinhadas para ocupar cargos vitais e gestar a política de memória brasileira.

A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) constitui-se como um repositório de informações culturais, destinado à promoção do trabalho intelectual, à preservação de documentos e um importante centro de pesquisa para a área de Letras, Artes e Humanidades.

A ação ocorrida na FCRB, sob o pretexto de uma “otimização administrativa”, afasta pesquisadores experientes e qualificados técnica e academicamente para o exercício de gestão e preservação do acervo, vulnerabilizando ainda mais a produção científica nacional.

Além de se solidarizar com os pesquisadores exonerados de seus cargos, as associações subscritas denunciam o desrespeito sistemático com o patrimônio científico e cultural brasileiro, como não ocorria na história deste País, desde sua abertura democrática em 1985.

Em decorrência da gravidade de tal fato, exigimos a suspensão imediata das exonerações e a retratação pública da presidente da FCRB com os pesquisadores.

Subscrevem:
Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL)
Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP)
Associação Brasileira de Antropologia (ABA)
Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS)
Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Psicologia (ANPEPP)
Associação Nacional de História (ANPUH)
Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia (ANPOF)
Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS)

Tags: NOTAS

FaLang translation system by Faboba