NOTA DE REPÚDIO À PORTARIA NÚMERO 34 DA CAPES

Nós, professores dos Programas de Pós-Graduação em Filosofia do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ (IFCS-UFRJ), vimos por meio desta manifestar publicamente nosso repúdio ao corte que os programas de pós-graduação em Filosofia do país sofreram devido à portaria 34 da CAPES, publicada no dia 18 de março de 2020. Após sua entrada em vigor, diversos programas de pós-graduação ao redor do Brasil perderam numerosas bolsas de mestrado e doutorado. Só no IFCS foram cortadas 12 bolsas de doutorado em Filosofia.

Esses cortes inviabilizarão a possibilidade de permanência no curso de diversos pesquisadores, prejudicando o desenvolvimento de pesquisas que já duram anos e retirando desses pesquisadores seu único meio de sustento em um momento em que o país passa por uma severa crise causada pela pandemia do vírus COVID-19. Epidemia esta que acarretou não só a suspensão das atividades acadêmicas presenciais em várias escolas, institutos e universidades federais ao redor do país, mas também fez com que as autoridades sanitárias brasileiras e mundiais recomendassem a todos o isolamento social como meio de combatê-la.

Por isso, entendemos que não é o momento de cortar bolsas da pós-graduação, mas sim de reforçar o comprometimento nacional com o fomento da pesquisa em todos os níveis e setores, e de garantir àqueles que se dedicaram, e ainda se dedicam, ao desenvolvimento da ciência e da pesquisa no país, a possibilidade de prosseguir com seus trabalhos e atravessar esse momento da melhor maneira possível.

A partir do momento presente, em que temos uma melhor compreensão da gravidade e do alcance da pandemia e dos desafios que ela nos impõe em nosso cotidiano, desafios esses que permanecerão por um tempo ainda não definido, acreditamos que a CAPES deveria assegurar a continuidade do trabalho desses pesquisadores, muitos dos quais, seguindo as orientações e exigências da própria CAPES para a concessão de bolsas, se desvincularam de seus empregos anteriores. É imperativo restituir o fomento que lhes foi negado e garantir sua permanência na Pós-Graduação, assegurando a toda pesquisa científica no Brasil, de maneira isonômica, o suporte que lhe cabe.

NOTA DE REPÚDIO À PORTARIA NÚMERO 34 DA CAPES

Programa de Pós-Graduação em Filosofia da UFRJ
Largo de São Francisco, n.1 - Centro da Cidade - Rio de Janeiro - RJ - 20051-070
www.ppgf.ifcs.ufrj.br

Tags: NOTAS

FaLang translation system by Faboba