História da Filosofia do Brasil (2ª Parte). A Ruptura Iluminista (1808- 1843).Prof. Dr. Paulo Margutti

história da filosofa no brasil

O presente volume dá continuidade à nossa História da Filosofia do Brasil (1ª Parte), cobrindo agora o Período da Ruptura Iluminista, de 1808 a 1843. São estudados em detalhe os seguintes autores: Silvestre Pinheiro Ferreira, Diogo Antônio Feijó, Frei Caneca, Monte Alverne, Nísia Floresta e Marquês de Maricá. Os estudos incluem a biografia, a exposição das doutrinas nas principais obras, as principais interpretações disponíveis, os autores estrangeiros relacionados e a nossa interpretação do pensamento de cada autor. Ao final, fazemos um balanço geral do Período da Ruptura Iluminista, procurando listar as principais obras produzidas e usadas nos cursos de filosofia, os principais problemas e doutrinas defendidas e, a partir daí, tentamos estabelecer a visão de mundo predominante nos autores estudados. Procuramos ainda indicar os principais problemas com os historiadores tradicionais da filosofia brasileira em relação ao período considerado e sugerir uma revisão da história da filosofia brasileira, numa direção menos preconceituosa, mais voltada para os textos e para a especificidade de nossa situação.

Sobre o Autor

Paulo Roberto Margutti Pinto é Ph.D. em filosofia pela Universidade de Edimburgo (1992). Possui graduação e mestrado em filosofia pela UFMG, foi pesquisador 1A do CNPq de 2003 a 2012 e coordenou o Comitê Assessor de Filosofia entre 2010 e 2012. Também foi professor da UFMG de 1978 a 2006, aposentando-se na categoria de titular. Desde 2006 é professor titular da FAJE e atualmente trabalha na área de Filosofia do Brasil.

Adquira o exemplar em: https://www.amazon.com.br/Hist%C3%B3ria-filosofia-Brasil-1500-hoje-Iluminista/dp/8515046636/ref=sr_1_1?dchild=1&qid=1592426726&refinements=p_27%3APaulo+Margutti&s=books&sr=1-1

 

Tags: LANÇAMENTOS

FaLang translation system by Faboba