"Afinal, o que é o embrião humano?" Prof. Me. Renato Velloso

CAPA completa CLUBE DE AUTORES DISSERTAÇÃO

Trata-se da publicação de uma expoente Dissertação de Mestrado, defendida em 2012, no Programa de Pós-Graduação em Filosofia (PPGFIL), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), inserida na Linha de Pesquisa de Ética, cuja análise gira em torno das argumentações sobre “O status ontológico e moral do embrião humano . Esta obra aprofunda uma discussão polêmica no contexto da Bioética, a saber: a manipulação de células embrionárias. O autor envereda seus esforços na busca da causa do problema, isto é, pretende antes saber se o embrião humano é ser vivo, ser humano e, principalmente, pessoa. Assim, o investigador tem como objetivo principal desvendar o status ontológico e moral do embrião humano. Com foco no proposito citado, o pesquisador explora o conceito de identidade pessoal, elenca e analisa os atributos essenciais que concebe uma pessoa. Também pesquisa o conceito de dignidade humana e sua vinculação ao conceito de pessoa, tendo como base a filosofia moral de Immanuel Kant, através de sua obra Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Mas, a fonte principal dessa discussão está centrada na obra Ética Prática, do filósofo Peter Singer. Ao final, o autor enumera as principais implicações éticas, psicológicas, sociais e jurídicas, bem como posiciona-se sobre as pesquisas biotecnológicas, uma vez determinados os estatutos ontológico e moral do embrião humano.

Esta obra é fruto de uma pesquisa em Bioética e pretende responder às seguintes questões quanto aos embriões humanos:
São seres vivos?
São seres humanos?
São pessoas?
Têm dignidade humana?
Há um limite biológico para se definir a sua pessoalidade?
Podem ser utilizados em pesquisas biotecnológicas?

https://www.amazon.com.br/AFINAL-QUE-%C3%89-EMBRI%C3%83O-HUMANO-ebook/dp/B08FFGVNKL

 

 

Tags: LANÇAMENTOS

FaLang translation system by Faboba