VIII Colóquio Conhecimento & Ciência e II Semana de Filosofia da Linguagem
Universidade Federal de Sergipe
piauiusp@gmail.com

O Colóquio Conhecimento & Ciência é um evento que ocorre a mais de 8 anos e que é organizado pelo Departamento de Filosofia da Universidade de Sergipe (DFL-UFS) e o Grupo de Estudos sobre o Conhecimento e Ciência (GE2C), nos últimos anos ele foi associado à Semana de Filosofia da Linguagem, com o principal objetivo de informar e preparar melhor os alunos que pretendem participar da seleção de Mestrado em Filosofia na linha Conhecimento e Linguagem.

Assim, o VIII Colóquio Conhecimento & Ciência e a II Semana de Filosofia da Linguagem acontecerão no Campus São Cristóvão, cidade vizinha a Aracaju, dos dias 25 a 29 de abril de 2016. As inscrições de comunicações e palestras vão até dia 15 de abril e devem ser enviadas para o e-mail piauiusp@gmail.com. As inscrições como ouvinte serão feitas no local desde o início do evento.

 


25 Abr 2016 > Ocorrido há 1494 dias
25 Abr 2016
15 Abr 2016
15 Abr 2016

Ainda em elaboração


São Cristóvão

O VIII Colóquio Conhecimento & Ciência e a II Semana de Filosofia da Linguagem acontecerão no Campus São Cristóvão, cidade vizinha a Aracaju, dos dias 25 a 29 de abril de 2016. As inscrições de comunicações e palestras vão até dia 15 de abril e devem ser enviadas para o e-mail piauiusp@gmail.com. Segue abaixo o modelo de resumo.

 

Falar e blá blá blá: o caráter atuacional da linguagem e seu uso na teoria e na ação política

 

Prof. Dr. Fulano de Tal (UNICRAMP Departamento de Ciência...).

 

Resumo: O trabalho examina a linguagem, sua função social, sua determinação das crenças e da ação e seu caráter instrumental nas teorias e na ação política. Tratamos da Linguagem como forma simbólica, faculdade de comandar os signos e como recurso atuacional, já presente em textos bíblicos e também nos rituais e crenças das religiões afro-brasileiras. Observaremos a questão da ação pela linguagem na Sofística e as críticas platônicas, ressalvando as teses aristotélicas de que “o que respeita ao pensamento tem seu lugar na retórica” e de que “o pensamento inclui todos os efeitos produzidos mediante a palavra”. Em relação à teoria política observaremos como Hobbes, crítico da retórica, procurou “descobrir quais eram exatamente as palavras dotadas do poder que mais se adequava” ao que pensava. Enfim, observaremos o valor da linguagem na mudança da face das nações e na realidade atual, devido à sua determinação das crenças e do pensamento, pois “da maneira que pensarmos, assim seremos” (Cicrano, ano, p.).

 

Palavras chave: Filosofia, Ciência, Lógica, Conhecimento, Linguagem, Beltrano.


Departamento de Filosofia da Universidade Federal (DFL - UFS)

Programa de Pós Graduação em Filosofia da UFS

Grupo de Estudos sobre Conhecimento e Ciência GE2C

Grupo de Estudos de Filosofia da Linguagem da UFS GEFILUFS


FaLang translation system by Faboba