Universidade de São Paulo
epg.filosofia.usp@gmail.com

Diálogos em torno da atualidade da filosofia

Dias 3, 4 e 5 de novembro

Chamada para Comunicações

O que significa pensar a filosofia hoje? E no que os tempos atuais se deixam pensar pela filosofia? Parece-nos que essas duas perguntas intimamente ligadas – pensar a filosofia hoje e pensar o “hoje” pela filosofia – servem para colocarmos uma questão mais geral e fundamental: seja qual for o momento histórico de seu surgimento, qual é a relação da filosofia com a sua atualidade?

Aqui, é importante lembrar que essa questão foi sempre um dos motores que propulsionou a filosofia, quer internamente, quer externamente. Desde a peça de Aristófanes até os velhos contos sobre o Grande Sábio que, mergulhado em sua sabedoria, acaba por afundar em um poço, a questão sobre que relação a filosofia teria com o presente, com o seu momento histórico, com a sociedade em que ela surge apresentou-se como um problema central para pensar o sentido e o significado do fazer e do pensar filosóficos.  Vale notar que a importância dessa questão não se impõe apenas por críticas exteriores à filosofia, como as de Aristófanes a Sócrates, visto que, para o próprio Sócrates, sua filosofia era um meio de servir à sua cidade e às suas leis; a filosofia, muito antes de dever se ocupar com especulações inócuas sobre as nuvens, deveria se ocupar com as questões que dizem respeito à vida e existência humanas, questões que digam respeito, ainda que indiretamente, ao ser humano e à sua vida como indivíduo e em sociedade.

A questão da relação da filosofia com a sua atualidade, portanto, mostra-se central para a discussão do papel, da finalidade e da legitimidade do pensar e do fazer filosóficos. Não por outro motivo, a vemos ressurgindo a cada momento na história da filosofia e, em particular, em nosso tempo. Com o avanço sem precedentes das ciências, com a pretensa derrocada da metafísica e com a aparente perda cada vez maior do domínio de questões que antes pertenciam exclusivamente à filosofia, há quem hoje se pergunte: teria a filosofia ainda algum papel a desempenhar? Poderia ela relacionar-se de algum modo significativo com a sua contemporaneidade, trazendo alguma contribuição importante para se pensar e compreender o nosso tempo? Ou teria sido ela renegada a um mero entretenimento de eruditos, a um estudo autofágico de sua história que giraria no vazio?

Seja como for, parece-nos que, mais do que nunca, é fundamental trazer à tona a reflexão acerca da atualidade da filosofia, reflexão central para compreender a filosofia no fazer e no pensar que lhe são próprios. Será mesmo que os tempos de hoje não se deixam pensar pela filosofia? Ou será que, tanto quanto antes, com figuras como Kant, Hegel ou Foucault, a filosofia ainda tem um papel fundamental em pensar o seu tempo e em fornecer um “diagnóstico do presente”? Haveria ainda questões que não podem ser simplesmente respondidas e resolvidas definitivamente pelo avanço das ciências, questões para a resposta das quais a filosofia ainda teria um papel fundamental e único a desempenhar? E, onde o fazer filosófico é marcado pelo seu diálogo constante com a história da filosofia, isso implicaria que a atividade filosófica reduziu-se a uma autofagia inconsequente e desvinculada do presente, a uma distração erudita sem nenhum papel maior? Ou a filosofia, ao dialogar com os autores de sua história e assim possibilitar umaatualização dos conceitos, ideias e sistemas desenvolvidos por eles, renova a si mesma e permite que a potência das ideias produzidas em sua história ganhe força e peso para se pensar a atualidade?

Essas são as questões centrais que subjazem ao tema desta edição de nosso encontro:“Diálogos em torno da atualidade da filosofia”. Esperamos, por meio delas, estimular um diálogo sobre a atualidade da filosofia a partir de diferentes perspectivas que permitam renovar a reflexão, a nosso ver sempre necessária, sobre o sentido e a relevância do fazer e do pensar filosóficos. Sendo assim, convidamos nossos colegas da pós-graduação para enviar propostas de comunicação que se adequem ao tema proposto. Para tanto, sugerimos como eixos norteadores das propostas de comunicação os seguintes pontos:

  • A filosofia e nosso tempo
  • As (os) filósofas (os) e seu próprio tempo
  • A filosofia como diagnóstico do presente
  • A atualização de conceitos filosóficos

Pedimos que os interessados enviem impreterivelmente as suas propostas de comunicação até o dia 28 de agosto para o e-mail epg.filosofia.usp@gmail.com, e que coloquem, como assunto do e-mail, o título “Proposta de Comunicação”. As informações sobre o formato da proposta se encontram no edital do evento.

Por fim, contamos com a presença de nossos colegas, bem como de todos aqueles interessados em discutir e pensar a filosofia atualmente, para que possamos realizar um evento rico e diversificado, no qual novas perspectivas e possibilidades para a reflexão e o fazer filosófico possam ser contempladas e, quem sabe, abertas.

 

Atenciosamente,

A Comissão.


03 Nov 2015 > Ocorrido há 1819 dias
03 Nov 2015 - 05 Nov 2015
25 Mai 2015 - 28 Ago 2015
Could not open URL

Edital

1. Informações Gerais

a. A participação para expositores é aberta aos estudantes de cursos presenciais de pós-graduação (Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado) que estejam desenvolvendo pesquisa sob orientação de um professor na área de Filosofia ou em áreas afins, bem como para aqueles que defenderam sua Dissertação ou Tese nos últimos 2 (dois) anos a contar da abertura para a inscrição no Encontro.

b. Cada participante só poderá submeter um trabalho.

c. Não será permitida a inscrição de trabalhos coletivos.

d. Haverá, para cada expositor, um certificado de apresentação, cuja entrega estará condicionada à apresentação da comunicação pelo próprio autor.

e. Haverá para cada participante do encontro um certificado de participação do encontro, que atestará sua presença como ouvinte.

f. A comissão organizadora se reserva o direito de desconsiderar inscrições que não seguirem as instruções do edital ou do formulário de inscrição, bem como o direito de avaliar a aprovação das exposições segundo os parâmetros apresentados no edital.

g. Visando facilitar o controle do evento, o expositor, após ter tido sua comunicação aprovada, impossibilitado de comparecer ao evento, deverá comunicar à organização com antecedência mínima de três semanas a sua ausência. Caso o expositor não justifique a ausência com antecedência, ele estará sujeito a não ter sua inscrição deferida nos próximos encontros.

h. Não há taxa de inscrição para nenhuma das modalidades (apresentação ou ouvinte).

I. Os resumos serão selecionados segundo a adequação ao tema do evento.

 

2. Apresentação de trabalho

a. Cada expositor terá até 20 (vinte) minutos para a apresentação. Ao final de cada mesa será franqueado uma hora para o debate entre os expositores.

b. As apresentações devem se adequar ao tema do encontro, “Diálogos em torno da atualidade da filosofia”. Para tanto, sugerimos como eixos norteadores das propostas de comunicação os seguintes pontos (embora outros eixos sejam admissíveis, desde que adequados ao tema):

  • A filosofia e nosso tempo
  • As (os) filósofas (os) e seu próprio tempo
  • A filosofia como diagnóstico do presente
  • A atualização de conceitos filosóficos

c. Para inscrever uma proposta de apresentação de trabalho, é necessário submeter um resumo expandido que deve conter, impreterivelmente, 3 laudas, e o arquivo do resumo deve conter os dados de inscrição do item 4 deste edital. Os resumos devem ser enviados para o e-mail epg.filosofia.usp@gmail.com até o fim do prazo de inscrição, indicado na letra a do item 3 deste edital, e o e-mail deve ter como assunto “Proposta de Comunicação”. O resumo ficará disponível no site do evento.

d. Caso seja do interesse do expositor, os textos completos da apresentação podem ser enviados para os membros da mesa. Os textos a serem apresentados deverão ser enviados, impreterivelmente, até 5 de outubro. O texto deverá conter até 10 páginas (sem contar com a bibliografia), em fonte Times New Roman, tamanho 12 e espaçamento 1,5. As margens deverão ser formatadas em papel A4 em: superior e esquerda em 3 cm e inferior e direita 2,5 cm. O formato do arquivo deverá ser em .doc, .docx e .pdf. Os textos devem ser enviados para o e-mail epg.filosofia.usp@gmail.com.

 

3. Datas

a. Data das inscrições: até 28.08

b. Prazo final para envio dos textos: 05.10

c. Período do evento: 03 a 05.11

 

4. Dados a constarem na ficha de inscrição

a. Nome Completo
b. E-mail
c. Telefone
d. Instituição de Ensino
e. Orgão de Fomento (se houver)
f. Nome do(a) Orientador(a)
g. Tipo de Inscrição:
– Ouvinte
– Expositor e ouvinte

Apenas para inscrições do tipo “expositor e ouvinte”:
h.Título do Trabalho
i. Resumo expandido (até três laudas)
j. Palavras-chave (de 3 a 5)


FaLang translation system by Faboba