Estética e Filosofia da Arte
XXIII Semana de Filosofia da UFJF
Universidade Federal de Juiz de Fora
cafilich@gmail.com

Os alunos da graduação em Filosofia tem o prazer de apresentar a disposição da XXIII Semana de Filosofia que esse ano tratará da temática da Estética e da Filosofia da arte. Tal apreciação surge do anseio mútuo de minimamente trazer à baila a discussão sobre um dos problemas que insurgentemente foi e é tema central para a problemática de um número razoável de notáveis pensadores na história do pensamento filosófico. A palavra estética tem sua raiz no grego aisthésis que significa percepção, sensação, sensibilidade. Esta é uma das disciplinas filosóficas mais jovens e, ainda que suas principais questões já existam desde os primórdios da filosofia, a proposta de se fazer dela uma ciência filosófica é bem recente. Inicialmente o debate a cerca da beleza se restringia a uma teoria do belo que visava investigar a natureza da beleza. Posteriormente, já no século XVIII com Hume, Burke, Baumgarten e Kant, a estética torna-se uma ciência da sensibilidade e da percepção, o que possibilitara, posteriormente, desdobrar-se em diversas teorias da arte. Com o desenvolvimento desta disciplina outras categorias, tal como o sublime, o trágico, o gracioso, o risível, vieram a compor o campo estético. A estética foi assim se complexificando e, consequentemente, se diferenciando, passando de uma teoria do belo – entendido no seu sentido clássico e estreito – e ganhando um novo batismo, o de estética como ciência do belo – contudo aqui belo é entendido no sentido mais amplo, como um grande guarda-chuva capaz de abarcar todas as manifestações estéticas. O interesse e as reflexões a cerca da arte começam por um deslumbramento – assim como a própria filosofia –, contudo este se coloca de maneira mais específica, pois é um deslumbramento diante da arte, da capacidade humana de produzir e contemplar, de afetar e ser afetado, de pensar e refletir a arte e o fazer artístico.

Diante dos estudos de estética surgem, das diferentes abordagens e compreensões, um universo de possibilidades a respeito do qual a estética versará, e entre ele temos as seguintes questões:

1) É possível produzir um conhecimento sobre a arte? Isto é, diante da variedade de produções e de gosto seria possível, e até mesmo necessário, especular sobre essência da arte e da beleza, ou aprisioná-las em conceitos? A estética desse modo é vista com desconfiança, pois legislar sobre as artes seria retirar da imaginação e criatividade sua liberdade. Contudo, especular sobre a essência e conceituar seria, necessariamente, ferir a liberdade criadora da arte?

2) São as categorias estéticas propriedades e qualidades dos objetos, ou, ao contrário, são elas pertencentes ao espírito daquele que observa e contempla? Isto irá caracterizar se uma estética é objetiva ou subjetiva, se as propriedades e qualidades se encontram no objeto ou no sujeito.

3) Seria é a estética uma disciplina filosófica ou mais uma área da ciência? Isto é, sua investigação deveria seguir o caminho lógico-filosófico ou científico experimental? Seria a estética reduzível a uma psicologia experimental, ou quem sabe a uma sociologia das artes? Ou há uma necessidade em religar a estética a filosofia para, somente assim, alcançar os princípios fundamentais desta disciplina?

Sendo assim, se justifica a necessidade de se realizar um evento que visa perpassar o debate acerca da estética e de seu nexo com as demais disciplinas filosóficas, tal como a ética e a política, bem como a maneira pela qual as produções artísticas: seja a pintura, escultura, literatura e música, permitem uma reflexão filosófica que se enquadra nessa jovem e interessante disciplina, a Estética.


08 Mai 2017 > Ocorrido há 168 dias
08 Mai 2017 - 12 Mai 2017
05 Mai 2017

Brevemente completaremos o quadro de palestrantes juntamente com a identificação de seu devido tema

Programação

08/05

18h-19h: Credenciamento

19h15: Abertura do evento

19h30: Conferência de abertura: Pedro Sussekind – Hamlet e a Filosofia

09/05

10h-12h: Palestra – Professor Luciano Camerino – Filosofia e Literatura: Antes da Pólis e Depois da História

14h-16h: Minicurso – Professor Fábio Fortes

16h30-18h30: Comunicações

19h:30: Conferência – Professor Eduardo Gross

10/05

10h-12h: Palestra – Professor Paulo Afonso

14h-16h: Minicurso – Professor Fábio Fortes

16h30-18h30: Comunicações

19h:30: Conferência – Professor Glaucio Zangheri – A ideia de uma fenomenologia da obra musical

11/05

10h-12h: Palestra – Professor Gustavo Frade – A Beleza em Homero e em Hesíodo

14h-16h: Minicurso – Professora Carolina Magaldi

16h30-18h30: Comunicações

19h:30: Conferência – Professor Humberto Schubert

12/05

10h-12h: Palestra – Em breve

14h-16h: Minicurso – Professora Carolina Magaldi

16h30-18h30: Comunicações

19h:30: Conferência – Professor Luciano Donizetti


XXIII Semana de Filosofia da UFJF
Prof: Dr. Luciano Vicente
FaLang translation system by Faboba