Perspectiva Filosófica - Novo número: "Reconhecimento"

cover issue 14 pt BR

Já está disponível o novo número da Revista Perspectiva Filosófica, dedicada ao tema "Reconhecimento". O número conta com um artigo de Frederick Neuhouser (Columbia University) e de autores e autoras do Brasil e de outros países da América latina, oferecendo uma abordagem bastante compreensiva de algumas das principais questões em torno do debate recente sobre o tema. 



Sumário

Filipe Campello - "Apresentação"

Eixo Temático

Frederick Neuhouser - "Rousseau e a pulsão humana por reconhecimento (Amour propre)"

Ana Fascioli - "O reconhecimento como núcleo de fundamentação da normatividade: reflexões sobre crítica de Honneth à ética do discurso habermasiana"

Martha Palacio - "Las políticas del reconocimiento en clave pragmatista"

Juan Ormeño - "Las eventuales consecuencias políticas que implicaría la adopción del "reconocimiento" como paradigma de la teoría social"

Bárbara Buril - "Reconhecimento ideológico e intimidades políticas"

Enrico Paternostro - "Moralidade intersubjetiva e política passional: abordagens sobre a dimensão emotiva da luta social"

Artigos Variados

Douglas Orben - "Felicidade e prudência: uma comparação entre Aristóteles e Kant"

 


Perspectiva Filosófica - Chamada para dossiê "Fronteiras da Estética"

A arte é perigosa ou inócua? Ainda faz sentido falar em beleza na arte? Qual o papel da arte, se é que existe algum? Tais questões orientam a reflexão filosófica desde que Platão discute o lugar da arte na polis e propõe distinções entre arte e verdade, arte e objeto, poesia e filosofia. Já na modernidade, novos limites são postos com o sentido kantiano de experiência estética e desinteresse do juízo estético, a autonomização da arte preconizada pelo romantismo, e a controversa tese do fim da arte em Hegel. No século XX, tendo como um dos desdobramentos a provocação sobre o próprio alcance da filosofia na reflexão sobre a arte, filósofos como Theodor Adorno, Arthur Danto e Jacques Rancière voltam a discutir temas como o conteúdo conceitual da arte, a tensão entre estética e conceito, e o lugar da arte no espaço público – problematizando, com diferentes nuances, aspectos fronteiriços da estética e ampliando a reflexão sobre a dimensão estética para além da arte.

Tais questões foram norteadoras do  Colóquio “Fronteiras da Estética”, realizado em dezembro passado na Universidade Federal de Pernambuco, em parceria com a Fundação Joaquim Nabuco. Inserido no contexto do Colóquio, encontra-se aberta a chamada para submissão de artigos que versem sobre temas fronteiriços da estética, tanto em uma abordagem filosófica e da história da filosofia como em perspectiva interdisciplinar. Tópicos podem abordar p. ex. a relação entre estética e temas como:

– racionalidade
– conceito
– história e pós-história
– política
– psicanálise
– tecnologia
– espaço público
– perspectivas pós-coloniais



O envio de artigos, traduções e resenhas que versem sobre o tema proposto para este número pode ser efetuado acessando o site da revista, onde também se encontram as normas para cadastro e submissões. O prazo para envio de submissões é 15 de maio de 2017.


Organização do número: Prof. Dr. Filipe Campello (UFPE) / M.ª Bárbara Buril (UFPE)
FaLang translation system by Faboba