You have 0 articles to compare. Do you want to see compare view now?


Compare

APRESENTAÇÃO

A criação do GT Ética e Cidadania ocorreu em Caxambu, em 1998. A ideia originária do GT teve como elemento motivador o desafio de pensar a identidade e as formas culturais da América Latina. O grupo fundador, liderado por José Sotero Caio, não fazia restrições de temas e problemas filosóficos, desde que envolvidos com um compromisso ético-político de avanço nas questões sociais, políticas, econômicas e culturais. Ao longo do tempo esse avanço ganhou várias conotações, como libertação, emancipação, inclusão transformadora da democracia, debate sobre as questões de gênero, imaginário, direitos humanos e vítimas, sociedade civil e estado, para nomear os assuntos mais frequentes.

Os autores tratados pelos diferentes componentes do GT evidenciam a importância da abertura epistemológica e pluralidade, como condição própria do diálogo, cuja interlocução presume o debate regional, continental e mundial acerca de questões filosóficas que permitam fazer justiça à emancipação e no reconhecimento de todos. As constantes mudanças do cenário mundial e o papel que o Brasil vem assumindo no contexto latino-americano e mundial.

O GT reafirma seu caráter filosófico e o compromisso com princípios éticos que fundamentam a democracia e a cidadania, afirmando a importância da superação da mera formalidade em prol de sua materialidade. Neste sentido, o estudo de temas como a ética e da cidadania buscam construir condições de dignidade humana e justiça social. O ponto de partida é a situação de exclusão múltipla, historicamente presente no continente latino-americano, propondo caminhos teóricos e práxicos pautados por correntes diversas do pensamento filosófico, para sua afirmação. Pretende, assim, favorecer o respeito às diversidades éticas comprometidas com o exercício da cidadania.

FaLang translation system by Faboba

Grupos de Trabalho