You have 0 articles to compare. Do you want to see compare view now?


Compare

APRESENTAÇÃO

A inserção da Filosofia da Mente no Brasil remonta ao começo dos anos 1990. Desde então, os debates têm se ramificado, diversificado e frutificado, de tal forma que, hoje, a disciplina de Filosofia da Mente já é recomendada pelo MEC como matéria obrigatória em grades curriculares de Graduação e Pós Graduação. Filósofos da Ciência e Filósofos da Mente, pesquisadores da área de ética com interesses empíricos, tem tido interesse crescente pelas áreas de Neurofilosofia, Filosofia da Neurociência e Neuroética e Ética da Neurociência. A área de filosofia da mente é bastante ampla, com escopo de debates que vão desde a orientação amplamente metafísica a debates bastante orientados por questões empíricas. O GT de Filosofia da Mente da ANPOF é especialmente orientado a uma subárea da filosofia da mente circunscrita a filosofia ecológica da mente.

Já por outro lado, a Filosofia da Ciência, no Brasil, há muito consolidada como um campo de saber específico, não se dedica topicamente a temas de interesse filosófico suscitados pelas Neurociências, o mesmo podendo ser dito sobre os GTs que a representam na ANPOF. Assim, apresenta-se como premente a necessidade de formulação de um GT que possa abraçar filosoficamente questões epistemológicas e éticas advindas dos debates científicos em Neurociências. 

Conscientes dessa necessidade, pleiteamos, por meio desse projeto, a criação de um GT que possa contemplar tais demandas. A área de neurociência é uma das mais importantes produções da ciência contemporaneamente, especialmente no que concerne a questões tais quais conhecimento, racionalidade, ética, moral, emoções, arbítrio, juízo e ação. Assim, diversos temas tradicionais da filosofia vêm sendo abordados também pela neurociência e é importante que possa haver um espaço de debate junto à ANPOF para que tais debates possam ser desenvolvidos sob a ótica filosófica.

FaLang translation system by Faboba

Grupos de Trabalho