06/05/2021

A Filosofia como Exercício de Morte: Um Estudo sobre o Fédon de Platão

Yasmin Jucksch, em seu livro ‘A Filosofia como Exercício de Morte: Um Estudo sobre o Fédon de Platão’, tem a coragem de debruçar-se sobre um dos temas mais difíceis e controversos de toda a obra platônica. Visto com olhos contemporâneos, o ‘exercício de morte’ poderia ser interpretado como uma espécie de abordagem niilista da filosofia; poderia ser considerado como uma recusa da vida para refugiar-se em consolo post mortem; poderia até mesmo ser facilmente equiparado a uma doutrina pré-cristã. Recusando todas essas alternativas e produzindo uma leitura rigorosa e ao mesmo tempo cheia de vitalidade - onde são enfrentados lugares comuns platônicos, tais como a separação corpo/alma, o papel das emoções e o significado da racionalidade -, a autora aceita integralmente o risco inerente a uma tal empreitada. Mas, como diz o Sócrates platônico, em passagem do Fédon que Yasmin cita em sua conclusão, “o risco é belo”. Sua ousadia foi capaz de produzir um texto rico, complexo e original, que amantes de Platão ou interessados em História da Filosofia poderão desfrutar com alma, corpo e sentidos plenos. (Luisa Severo Buarque de Holanda)