KIERKEGAARD E KANT: ALGUMAS APROXIMAÇÕES ENTRE A ÉTICA DO AMOR E A ÉTICA DO DEVER

vol. 17, n. 2 (2012) Ética e filosofia analítica • Philósophos: Revista de Filosofia - Revista UFG

Autor: Marcio Gimenes de Paula

Resumo:

O objetivo deste artigo é analisar, com intuito aproximativo, duas posições éticas. Para atingir tal objetivo, o texto vai analisar, nas suas considerações introdutórias, o contexto e os objetivos das Obras do Amor de Kierkegaard, visto que ali se encontra claramente expressa a proposta ética do autor dinamarquês. Na sua primeira parte, o foco do artigo consistirá na avaliação da racionalidade da ética do dever especialmente através de uma investigação da boa vontade em relação com a liberdade, tal como elaborada na terceira seção da Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Na segunda parte, o artigo analisará o discurso kierkegaardiano Tu deves amar, que é parte integrante das Obras do Amor. Por fim, à guisa de conclusão, serão realizadas aproximações e apontadas as diferenças significativas entre os dois pensadores. Aqui serão utilizadas, de forma mais intensiva, também as reflexões de comentadores de ambos os autores. Todavia, o foco principal da pesquisa se dará em torno das reflexões kierkegaardianas, que serão avaliadas de um modo mais exaustivo. A reflexão acerca da filosofia moral kantiana não seguirá do mesmo modo, mas antes buscará compreendê-lo no diálogo com a filosofia kierkegaardiana.

ISSN: 1982-2928

DOI: https://doi.org/10.5216/phi.v17i2.17050

Texto Completo: https://www.revistas.ufg.br/philosophos/article/view/17050/13576

Palavras-Chave: amor, ética, Kant, Kierkegaard.

Philósophos: Revista de Filosofia - Revista UFG

A Revista Philósophos publicou seu primeiro exemplar em 1996. Desde então temos tido como objetivo publicar material bibliográfico inédito e argumentativo na área de filosofia e promover o debate filosófico. Os trabalhos publicados pela Philósophos são sempre de autores dedicados a Pesquisa em Filosofia e que sejam doutores ou doutorandos nessa área no Brasil e no exterior. A publicação é semestral, sob a responsabilidade da Faculdade de Filosofia (FAFIL) e do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Universidade Federal de Goiás.